REI JOÃO

DATAS PREVISTAS

7 dez - 11 dez 2022 TEATRO NACIONAL SÃO JOÃO | PORTO

janeiro 2023 ESCOLA DO LARGO | LISBOA

Rei João

de William Shakespeare

encenação Marcos Barbosa

tradução Nuno Pinto Ribeiro (edição Relógio D’Água)

dramaturgia Jacinto Lucas Pires

cenografia Sara Amado

figurinos Yamilet Méndez

desenho de luz Pedro Vieira de Carvalho

produção executiva Raquel Silva, Hannah Soenens

interpretação Luciano Amarelo, Pedro Fontes, Pedro Moldão, Marcos Barbosa e o Grupo de Teatro da Encarnação e o Grupo de Teatro Ponte de Sor

música Bartolo

coprodução Admirável Reino – Escola do Largo, Teatro Municipal da Guarda, Theatro Circo, Cine-Teatro Avenida, Teatro Nacional São João

Dur. aprox. 1h30

M/12 anos (a confirmar)

 

Rei João, de William Shakespeare, é uma das peças menos representadas do autor. Marcos Barbosa retira-a desse silêncio numa encenação que conta com dramaturgia de Jacinto Lucas Pires. Escrita entre 1594-96 e publicada no Primeiro Folio (1623), é uma peça histórica, género que permite ao público aceder à experiência do passado como impulso para pensar o presente. A dramatização do turbulento reinado de João (entre 1199-1216), com as vicissitudes da guerra entre França e Inglaterra como nó central, levanta um conjunto de questões que avaliam o estado da nação, ontem como hoje. O que é este espaço a que chamamos Europa? Como recuperamos os valores deste lugar simbólico? Como redefinimos a representatividade do povo? Como nos posicionamos perante a nova realidade migratória? Como nos relacionamos com os novos conceitos de identidade e de nação? Quem assume o vazio do poder espiritual? Quais são os mecanismos da luta de poderes?